Clarissa e Marcelo

Já era amor, antes mesmo de ser, sei que toda história de amor é bonita, mas a nossa, com certeza, será sempre a mais linda de todas.

Nos conhecemos bem antes de a gente começar a namorar.  Dois adolescentes, em uma sala de inglês, ele tímido e ela a que gostava de movimentar a sala. Ele namorava, ela também. Ela cantava Maroon 5 durante toda a aula de inglês, ele só olhava e pensava, que menina louca é essa? 

Acabou o semestre e perdemos o contato, pois mudamos de turma. Ele estudava no Leonardo da Vinci e ela no Marista. Às vezes nos esbarrávamos em festas, mas o destino tinha outros planos...

Três anos depois voltamos à mesma sala de inglês. Ano: 2008, último semestre. Ele com 16 anos (quaaaaaaseeeeee 17), ela com 18. Ele no terceiro ano do ensino médio e ela tendo acabado de entrar na faculdade.

Ao entrar na sala ele chamou ela para um abraço de reencontro/saudade, foi tão forte que ela sentiu lá no fundo do seu coração que o abraço dele tinha algo de especial, algo diferente.

Então, durante as aulas, sempre sentávamos perto um do outro, sempre um olhando a resposta do outro, para que respondêssemos a mesma coisa . (PAUSA PARA O EXCESSO DE FOFURA!)

Mas, para  agonia dela, nada dele chegar junto e pedir pra ficar com ela. Pode isso, Produção? E ela, como uma autêntica escorpiana, foi atrás do que queria.

Um belo dia, no final da aula, ele se despediu dela e foi indo embora. Nessa hora, ela simplesmente grita o nome dele e ele veio voltando. Ela estava absolutamente decidida que, quando ele chegasse perto dela, ela iria beija-lo, mas ele foi chegando e a coragem dela foi sumindo. Mas, para surpresa dela, quando ele chegou perto, não pensou duas vezes, lascou-lhe um beijo e foi SEN-SA-CI-O-NAL. As borboletas que ficavam no estômago entraram em colapso e, bem nesse momento inesquecível, a mãe dela chega para busca-la e estacionou bem onde estávamos nos beijando. Quando ela percebeu o farol na perna , morreu de vergonha. Assim que nosso beijo terminou, nem ela nem ele sabíam o que dizer, ele gaguejava falando que tinha o telefone dela e que ia ligar; ela disse ok e, então, nos despedimos. Ele e ela continuaram a ficar por mais um mês... Foi então.....

Em um dia lindo, 25 de março de 2008, ele foi encontrar ela, como sempre fazia e, meio nervoso, ele perguntou: VOCÊ QUER SER MEU AMOR? Sim, esse foi o pedido de namoro, perfeito e sincero, e ela disse sim, que era tudo que ela mais queria, ser o amor da vida dele. 

Então estamos vivendo esse amor desde 2008, em 2016 completando oito anos de namoro, com grandes momentos nessa trajetória, pois crescemos, amadurecemos  e sofremos juntos.

Nunca pensaram que aquele beijo iria transformar a vida deles, que aquele menino que achava ela, a menina mais louca na classe de inglês seria o HOMEM da minha vida dela e ela a MULHER da vida dele.  Nem imaginávamos que um dia tudo isso acabaria como um final de conto de fadas, com a realização do nosso grande sonho: o casamento! O coração aperta, o dia está chegando, e começa a passar um filme de tudo o que passamos para chegar até aqui. E como é bom relembrar cada pedacinho da nossa história de amor.

Imagem Sobre

Quando te vi passar fiquei paralisado, tremi até o chão como um terremoto no Japão, um vento, um tufão, uma batedeira sem botão. Foi assim, viu, me vi na sua mão.heart